A Profissionalidade e Pessoalidade do Docente da Língua Brasileira de Sinais

A Profissionalidade e Pessoalidade do Docente da Língua Brasileira de Sinais

Neste artigo, tem-se por objetivo, analisar os marcos regulatórios da Língua Brasileira de Sinais na articulação com a profissionalidade e pessoalidade do docente da Libras. O delineamento metodológico caracteriza-se como um estudo bibliográfico em que foi realizado um levantamento preliminar das fontes documentais, necessárias à relação do texto. A educação de Surdos, no contexto nacional, está presente nas políticas públicas e nos documentos que norteiam a educação inclusiva no país, normatizada em documentos educacionais relativos à Libras, que são analisados, discutidos, debatidos em eventos e movimentos articulados pela comunidade acadêmica e pela comunidade surda. Considera-se também os problemas relacionados à formação do docente da Libras, assim como a importância deste profissional estar inserido em um coletivo pertencente a um ambiente que oportuniza a imersão na Língua Brasileira de Sinais. Nessa perspectiva, acredita-se que os marcos regulatórios não estejam dissociados da pessoalidade e profissionalidade do docente da Libras, necessária à promoção de uma educação de qualidade para os Surdos.
Palavras-chave: Legislação ; Educação de Surdos ; Docência ; Identidade profissional

Clique aqui para acessar o artigo

LEONARDO CASTILHO (Leo Castilho)Breve relato da História da EDUCAÇÃO DE SURDOS
Open chat